#005 – O que os profissionais querem saber sobre Qualidade em 2017

#005 – O que os profissionais querem saber sobre Qualidade em 2017

Este podcast é para leitores do Blog da Qualidade e principalmente profissionais que atuam na gestão da Qualidade: O que as pessoas querem saber sobre Qualidade em 2017!

Jeison: Olá eu sou o Jeison Arenhart de Bastiani!

Marina: eu sou a Marina Beffa.

Monise: e eu sou a Monise Carla.

Jeison: Bem-vindo ao Qualicast!

Links citados no Podcast

Feedbacks e Comentários

Jeison: Legal, não sei porque a gente faz esse negócio de “bem-vindo” se tem uma vinheta do Léo falando isso, né, mas a gente fala de novo, você percebeu? O cara que deve estar ouvindo e falar assim: “acho que eles tem Alzheimer, eles não lembram!”. Não tem problema! É que a gente grava sem ouvir a vinheta, pessoal.

Monise: É para que a pessoa seja MUITO bem-vinda, né?

Jeison: Exatamente, se você está ouvindo a gente, a gente adora muito você!

Legal! Antes da gente entrar no nosso tema, como a gente falou, hoje nós vamos falar de uma pesquisa que rolou no Blog da Qualidade, né? Que foi idealizada pela Monise onde a gente procurou descobrir: “O que as pessoas querem saber sobre a Gestão da Qualidade em 2017”. E a gente está lançando logo esse podcast porque 2017 já está acabando e a gente não divulgou a pesquisa ainda!

Monise: Tudo enrolado!

Jeison: Todos enrolados, mas está saindo hoje aqui, tá?

E antes de a gente entrar no tema propriamente dito e discutir a pesquisa, vamos falar um pouquinho dos comentários que chegaram pra gente do nosso último Qualicast. Lê pra gente, Beffa!

Marina: A gente tem um primeiro comentário aqui, que veio no grupo do Whatsapp do Blog, do MacVeloso, ele falou: “Muito bom! Bem simples e de fácil compreensão e assimilação. O caminho é esse e com melhoria contínua! Parabéns.”

Monise: Legal, tem um comentário também do Renato Godinho, que veio do site do Qualicast. Ele falou assim: “Outro material nota 10! Já ouvi duas vezes, e tomei notas relevantes para minha atividade de RD/Consultor! Muito obrigado Marina, Monise e Jeison.”

Jeison: Que legal, né, alguém utilizando o que a gente faz para melhorar o próprio trabalho. É esse que é o objetivo do Qualicast, quando a gente pensou nele, a gente pensou nisso: em gerar conteúdo numa nova mídia para ajudar pessoas de alguma maneira e está dando certo! Show de bola!

Tem mais um comentário, que é o último que nós vamos ler aqui para não ficar um podcast sobre comentários… é Carlos Fortunato Júnior: “Posso afirmar que a dedicação voltada a melhoria do cast propriamente dito é perceptível e gostaria de parabenizá-los por isso. Sou leigo na qualidade, inclusive não tenho nem experiência profissional na área. No entanto estou achando muito interessante. É muito bom poder ouvir o cast e fazer outras tarefas, e assim poder concluir que estou agregando valor ao meu tempo. Espero que façam mais áudios voltados à qualidade/melhoria de processos, quem sabe citar exemplos de aplicações de ferramentas da qualidade”…

Ele falou mais algumas coisas aqui, mas aqui já quero colocar mais uma promessa de cara…

Monise: Ai meu Deus!

Jeison: Que eu já fiz por e-mail pra ele, inclusive, que nós vamos fazer um podcast sobre as 7 ferramentas da qualidade e muito provavelmente outros, mas eu vou prometer só esse por enquanto.

Monise: Eu não fui copiada neste e-mail, só pra falar…

Jeison: Ou seja, óh o barulhinho… promessa: 7 Ferramentas da Qualidade. Beleza!

E ele parabenizou a gente aqui, falou que estão aqui as sugestões que ele mandou pra nós, pediu também alguma coisa de Lean e Sigma, no futuro Lean Sigma, mas por enquanto não vai ser promessa ainda, tá? Legal!

Uma outra coisa legal desse comentário aqui é o seguinte: é alguém que não é da área da qualidade curtindo o Qualicast. Isso eu gostei bastante! Porque eu não sei se você que está ouvindo é da área ou não… A gente tenta deixar o mais claro possível para quem não é da área também, para que as pessoas venham para qualidade, a gente acredita muito nisso.

Legal, 3 comentários bacanas, ninguém ofendeu a gente, ninguém xingou a gente ainda… eu estou esperando alguém escrever aqui falando que a gente está falando coisas erradas, pessoal, pode mandar, tá?

Monise: Vocês são muito “ruim”!

Jeison: Não, não precisa ser igual a Monise, pode ser como uma pessoa normal, só apontando os erros, tá bom? Beleza? Vamos para o tema então?

Monise: “Vambora!”

Tema: Pesquisa do Blog da Qualidade 2017

Jeison: Vamos começar então falando da história do Blog da Qualidade e o porquê que isso tem uma relação com essa pesquisa, né?

Monise: Para começar, a pesquisa foi rodada no Blog da Qualidade, por isso que a gente vai falar do Blog, né?

Vamos começar entendendo o que é o Blog da Qualidade, ninguém melhor do Jeison, que ele que inventou esse negócio, essa história de Blog aí… eu vim depois!

Jeison: É o Blog da Qualidade é o seguinte… é um blog onde a gente discute temas relacionados à Qualidade, Excelência e Gestão. Muitas pessoas pedem, porque a gente não coloca temas de liderança, de comportamento, que eu gosto muito também, talvez até saia um blog sobre isso no futuro, eu e a Monise já conversamos sobre isso, e a Beffa também, mas, o Blog da Qualidade tem um objetivo muito claro, discutir a Qualidade, Excelência e Gestão.

E por que ele foi criado? A Monise me perguntou: “Jeison, por que esse blog existe, né? Por que você criou o Blog?” Para ter conteúdo relevante na internet sobre esses temas que a gente falou! Qual que era o problema quando eu criei o Blog da Qualidade, há 5 anos atrás, né, Mô?

Monise: É, foi em 2012, né?

Jeison: 2012. Quando a gente lançou esse blog, nós não tínhamos… nós tínhamos alguns blogs na internet, mas tinha muita coisa de “copia e cola”. Sabe aqueles blogzinhos que você procura a fonte da matéria e está escrito lá: “fonte: infoexame”, sabe? Pô, cara! “Fonte: outro site”, entendeu? Fica uma coisa tipo… “P***, cara, não pode ser!” A gente precisa de material exclusivo… Único! Eu preciso de um material que alguém que tenha estudado e me diga o que eu posso saber…

Como não tinha nada do gênero, eu falei: “nós vamos criar um blog desse!” E a gente criou um blog onde uma das características é: TODO CONTEÚDO É EDITORIAL NOSSO! Ou seja, é a gente que, ou escreve, ou tem um parceiro que escreve e a gente faz a curadoria do conteúdo para ter certeza que não tá passando coisa que ele copiou de outro lugar… E que seja relevante. A gente criou um blog basicamente para isso!

É um blog que a gente tem e já teve mais 120 mil acessos por mês, né, Monise?

Monise: Sim, únicos!

Jeison: Acessos únicos, então é um negócio que eu acho monstruoso, quando a gente começou, a gente tinha 50 acessos por mês…

Monise: é, quando eu entrei a meta era 30 mil.

Jeison: Exatamente, e a gente está com 120 mil acessos… É um blog que… É claro que nós trabalhamos com isso aqui na empresa, mas a nossa principal intenção, o propósito do blog é ajudar as pessoas a descobrir e entender a qualidade, excelência e gestão.

Monise: Legal! Eu gosto muito da ideia do Blog, logo quando eu entrei, eu me apaixonei pela ideia… principalmente que era “explicar a qualidade de um jeito mais simples”. Porque, além desse lance de “copia e cola” que a gente via na internet, tinha muito artigo que era impossível de entender, cara, era um monte de termo técnico e… quem chegasse e “agora quero estudar qualidade“, tinha uma extrema dificuldade de entender o que tava acontecendo ali.

E essa proposta de falar um pouco mais simples, trazer igual a gente fala aqui no Qualicast, que é uma visão que a gente teve lá desde o começo com um blog, e está transcrevendo aqui pro Qualicast, é de falar de uma forma simples, que profissionais de qualidade entendam, mas que pessoas que não são da área também entendam, e que a gente consiga conquistar mais pessoas para gestão da qualidade.

Jeison: Legal… e deixar um pouquinho o “qualitês” de lado, né?

Monise: Sim, sim.

Jeison: Que pessoas consigam compreender… não seja só aquela linguagem que a Marina Beffa fala com a gente…

Marina: é, o profissional da Qualidade, ele é muito preso em normas, em regulamentos, né? Então… a gente incorpora essa linguagem, e… mas outras pessoas não entendem, né? E até para a gente é difícil ler e compreender, né? Demora um tempo assim para você conseguir assimilar tudo… Então o Blog é bem legal neste sentido porque expõe maneira clara os assuntos, né?

Jeison: Muito bom! Vamos ver um número que a Monise trouxe aqui que é… desde 2012, no mês 5, quando o blog lançado, a gente teve quantos acessos únicos, Monise?

Monise: Mais de 2 milhões! Para ser exata: 2.140.891 acessos.

Jeison: Cara, se eu tivesse cobrado 10 centavos por acesso, a gente estava milionário, né? Ninguém teria entrado também…

Monise: é, o que muita gente não sabe, é que o primeiro post do Blog foi para o ar dia 16 de maio de 2012, ou seja, a gente fez 5 anos faz pouco tempo!

Jeison: É, nesse mês a gente está fazendo 5 anos, por isso até o tema do podcast está relacionado ao lançamento do Blog e a essa pesquisa que a gente fez lá, é uma comemoração!

Legal, vamos citar alguns artigos aqui, Monise, você separou o top 10, eu acho que a gente pode citar os 5 que são os mais acessados no Blog.

Monise: Sim. E é engraçado que tem artigo que ganha da página inicial, né? Porque todo mundo fala: “ah não, a página inicial é a que mais acessam, né?” Na verdade não! O primeiro artigo mais acessado é: “O que é PDCA?”.

Jeison: Parece incrível, né cara? Mas é o artigo mais acessado.

Monise: Com mais de 192 mil acessos únicos, né? Desde 2012.

Jeison: O segundo artigo da lista são… é… “As 7 ferramentas da qualidade”. Viu como tem que ter um podcast sobre isso?

Marina: Está aprovado!

Jeison: Está aprovado aqui, óh! Eu tenho uma evidência, entendeu?

Monise: Pois é… então, até esses dados a gente usou para lançar o Glossário da Qualidade… das 7 ferramentas da qualidade.

Jeison: Isso, vocês vão ver aí no link do post… se você acessar vai ter o link para acessar esse glossário que é: www.ferramentasdaqualidade.org. Isso é um Glossário que começou com as 7 ferramentas, em breve a gente colocará novas ferramentas lá. Acesse o Glossário para vocês conhecerem as 7 ferramentas, lá tem uma explicação sobre tudo isso.

Monise: Sim a gente participou… a Marina, inclusive, ajudou a gente bastante nesse conteúdo aí sobre as Ferramentas da Qualidade… que ela é da Qualidade né, meu! Tem que trabalhar também ali nos textos.

Jeison: Legal! No 3º lugar tem a Página inicial (www.blogdaqualidade.com.br), né? No 4º lugar vem um artigo sobre Fluxograma de Processo, em 5º Diagrama de Pareto, em 6º Procedimento Operacional Padrão

Uma outra coisa legal que a gente é quantos países já acessaram o Blog da Qualidade, e isso para mim é bem impressionante… a gente não esperava por isso… vê aí Marina, fala pra gente quais são os países.

Marina: É, no Top 10 aqui o Brasil está em primeiro, né, é claro…

  1. Brasil: 2.555.000
  2. Portugal: 78.710
  3. Estados Unidos: 34.605
  4. Moçambique: 18.248
  5. Angola: 13.838
  6. India: 4.177
  7. Russia: 3.299
  8. Kenia: 2.991
  9. Cabo Verde: 2.599
  10. Alemanha: 2.378

Jeison: Legal, cara… eu não esperava, na verdade, nenhum acesso em outro país, então tem vários, então já estou achando legal.

Monise: O blog já alcançou 173 países diferentes.

Jeison: Esses caras estavam perdidos eu acho, Monise.

Monise: Eu não sei o que aconteceu com essas pessoas.

Jeison: Já foram mais de 450 artigos publicados, todos artigos únicos, editados pela gente, boa parte… a maioria, escrito pela gente… eu a Monise, a Beffa, escrevemos muito para o Blog. Esse ano eu escrevi bem menos do que eu queria até agora, tenho que escrever mais… mas as coisas estão acontecendo porque os artigos são colocados lá, né? Tem que ter artigo único, tem que ter artigo bom!

Monise: É, até a gente está… tem uma participação bem grande do Davidson agora, né? Que está escrevendo no Blog da Qualidade…

Jeison: Legal, é um cara que veio para ajudar a gente com isso, e é um cara muito bom, está escrevendo bastante lá!

Marina: E o primeiro artigo do Blog, qual que foi, Jeison?

Jeison: Foi a apresentação do Blog!

Monise: Bem-vindo!

Jeison: Bem-vindo! Aquele artigo bem b***… coloca um barulhinho no b*** pra mim, Monise! Aquele artigo bem assim… “Ah, bem-vindo ao Blog da Qualidade!” Como se alguém quisesse receber uma boas vindas na internet, né, cara! Às vezes eu olho para essas coisas e fico pensando assim…

Monise: É pra você ver que a gente, desde aquela época, gostava muito de falar bem-vindo!

Marina: Mas o 2º foi “O que é não conformidade?” e o 3º “O que é PDCA?” que são os que estão no TOP 10 até hoje, né?

Monise: É, e a gente fala que tem que ficar falando sobre esses assuntos de linguagem mais simples SIM! Se até hoje, né… há dúvida sobre isso, há busca na internet sobre isso, então…

Debates

Jeison: Agora vamos entrar no tema que sugeriu esse Qualicast para gente… que é a pesquisa sobre o que as pessoas querem saber sobre qualidade em 2017. Uma pesquisa realizada para Monise, né? Ela foi rodado através do blog… A Monise vai falar bem mais dessa pesquisa pra gente, a gente vai acompanhar juntos aqui, mas a ideia é dela e vou deixar a mãe da pesquisa falando da pesquisa… e não sei vocês, eu me surpreendi com muitas coisas que apareceram.

Me surpreendi e não me surpreendi, acho que a gente vai discutir isso conforme as perguntas vão aparecendo ali. Vai lá Monise, assume aí… do que falou essa pesquisa?

Monise: Bom, vamos lá! Primeiro vamos entender o porquê a pesquisa foi feita, né? Já é segunda edição dessa pesquisa, a gente uma de 2015 para 2016, até a Marina me ajudou bastante nessa pesquisa passada, só que a gente não divulgou, porque a gente é burro mesmo… A gente guardou no coração as respostas…

Jeison: é igual as ações sociais, né? A gente faz um monte de ação social aqui e tem clientes que mandam e-mail assim “a gente gostaria de saber mais sobre o que vocês fazem”… não dá pra entender!

Monise: Contem, pelo amor de Deus, né? E, assim… essa pesquisa a gente está divulgando de uma forma diferente agora, vai ter até um eBook, se você quiser saber de forma mais aprofundada… Aqui a gente vai dar uma visão geral e alguns pontos que a gente achou mais importante,  mas a pesquisa foi feita para gente conhecer um pouco mais os leitores do blog, né? Porque foi rodada lá, então, é muito dos contatos que estão conversando com a gente tempo todo no Blog de Qualidade. É, mas com o objetivo de saber o que que é importante para o Profissional da Qualidade, o que que ele quer saber, né? O que ele quer ler? Quais são as dificuldades dele dentro do ambiente dele… Então a gente fez essa pesquisa do dia 9 de Janeiro até o dia 16 fevereiro… A gente teve mais de 250 respostas!

Marina:  legal que dessas para 250 pessoas que responderam, 83% trabalham com a qualidade, né, Monise. E 17% responderam que não trabalham na área da gestão da qualidade. E dessas pessoas também 45% responderam que tem ISO 9001, 23% respondeu que não tem e 14% respondeu que não tem ainda mas pretende se certificar. E o resto das respostas foram em outras normas como ONA, PALC, ISO 14001.

Monise: É, mas dá para entender que é ISO 9001 ainda é a mais popular dentro das empresas do Brasil, né?

Jeison: Legal saber que quem acessa o blog são pessoas que têm certificações, né? Então… é legal saber disso, é um número que muitas vezes a gente não tem e agora a gente tem.

Monise: E mesmo quando não tem, assim, tem uma porcentagem expressiva ali de pessoas que querem certificar, né? Isso é muito legal, estão procurando ajuda.

Jeison: Bacana. Vamos então começar agora a discutir as perguntas, aquilo que eu acho que, todo mundo quer saber, né? Vai lá, Mô, começa com a primeira pergunta aí!

Monise: Tinham algumas perguntas fechadas, como as normas, ou a quantidade de colaboradores, e algumas coisas mais demográficas assim, mas a gente fez algumas perguntas abertas. A primeira era: Se você pudesse fazer apenas UMA pergunta sobre ter resultados efetivos na Gestão da Qualidade, o que você perguntaria?

Jeison: e agora pense você: se você pudesse fazer UMA pergunta pra alguém, para ter resultados na qualidade, o que você perguntaria? Nem eu sabia responder essa pergunta, viu Monise?

Marina: Só UMA!

Monise: Mas os leitores do Blog souberam!

Jeison: É os caras são melhor do que a gente, né? Mas vamos lá! Qual foi a estatística?

Marina: Bom, o 1º tópico que apareceu aqui foi “Como engajar os colaboradores?”

Jeison: Engraçado, né? Não foi “Como tratar não conformidades?” não foi “Como usar o PDCA?”…

Marina: Bom, acho que isso já respondeu, então, né? No Blog, agora a gente precisa responder essas outras perguntas aqui, né?

Jeison: Eita nóis, voltou pra gente! É, mas, “Como engajar os colaboradores” foi a primeira… ficou em primeiro lugar com 17% das perguntas, né… ou seja, dessas pessoas que entraram ali, 17% querem saber “como engajar os colaboradores”.

Monise: Sim. É uma questão de muita preocupação do profissional da qualidade, que a gente vê no blog, mas também vê nos nossos clientes, com todos profissionais que a gente tem contato.

Marina: A gente teve 17% aqui neste tópico específico, mas tem alguns outros tópicos aqui que se a gente juntar as respostas…

Jeison: estão relacionadas diretamente com engajamento, né?

Marina: Isso! E daí eu fiz um levantamento aqui, aproximadamente 27% das pessoas responderam sobre engajamento, sobre cultura.

Jeison: Ou seja, a qualidade não é mais ferramenta que preocupa, né? É o comportamento das pessoas em relação a qualidade. E eu acho que o buraco fica muito mais embaixo que você dá um treinamento de “Como usar um Diagrama de Pareto” é fácil, agora fazer a pessoa entender que a qualidade é importante para o dia a dia dela, realmente… é por isso que essa pergunta está em 1º lugar… por isso quase 30% das pessoas querem saber sobre engajamento, né?

Monise: É, e está muito relacionado também, eu não sei se eu indico porque eu tenho meio que uma vergonha, mas o 1º Qualicast que a gente gravou…

Jeison: É verdade… Ficou uma porcaria aquele Qualicast, mas escutem para ver que a gente melhorou! Se vocês acham que está ruim hoje, volte lá e escute o primeiro…

Monise: Então, o primeiro Qualicast fala de como evangelizar as pessoas para Qualidade.

Jeison: O tema era bom!

Monise: Era bom…

Jeison: A gente estragou o Qualicast! Vamos regravar um dia!

Monise: Então, e daí tem muito a ver com isso de como engajar colaboradores e conquistar pessoas para qualidade, né.

Jeison: Legal! O 2º o que ficou, Marina?

Marina: As pessoas perguntaram “Como implantar um Sistema de Gestão da Qualidade?”.

Jeison: Legal, aí já está um pouco mais ligado com prática, né? Já saiu um pouco daquela parte comportamental que é “Como engajar pessoas e colaboradores”…

Marina: Mas eu vejo que tem muita prática também, porque como implantar, é como usar o sistema de gestão no dia a dia, né? Como usar as ferramentas, como usar a própria norma… então eu acho que tem um pouquinho de prática, sim, né?

Jeison: É, tem ligação direta com prática, né? Isso que a gente está falando… um pouquinho menos de cultura e um pouquinho mais de mão na massa e ferramenta, prática…

Marina: Isso.

Monise: É, mas não tem como fazer um sistema sem as pessoas interligadas, então… Tem prática, mas eu acho que não dá pra fugir do comportamento.

Jeison: 7,2% estão relacionados com “como implantar”, né? Legal.

Marina: O 3º é “Como engajar a diretoria”. Fala aí, Jeison!

Monise: Viu, chefe? Você é um problema, viu, óh?

Jeison: A Marina entrou e respondeu… Você foi lá responder, Marina? Se você marcou ali… óh… Poxa cara… É, isso aqui é… Aqui a gente vai apresentar a pesquisa, nós não vamos dar as respostas, tá gente? Com certeza, eu não vou prometer porque eu não sei qual, mas, sobre engajamento, vai ter que sair alguma coisa daqui a pouco, um Qualicast sobre isso! Mas engajar é muito difícil… E a diretoria engaja como… quando ela consegue identificar a gestão da qualidade no meio dos processos que trazem retorno financeiro para empresa. É óbvio, a diretoria está preocupada com pagar o salário de todo mundo, ela está preocupada com os acionistas da empresa muitas vezes, então, ela não pode implantar qualidade porque ela… Como nós aqui, nós 3, e você que está ouvindo a gente… a gente gosta de qualidade! A gente acredita na qualidade. Então talvez a gente nem precisa ser engajado nisso, mas tem gente que simplesmente não tem essa cultura.

E o colaborador que está lá na empresa tentando implantar o Sistema de Gestão da Qualidade e tem uma diretoria que não está engajada, deve dar um trabalho… Já dá um pra gente, né Beffa?

Marina: Né?

Jeison: Aqui, a gente se engaja aqui e já dá um trabalho do caramba, imagina os caras que não tem diretoria…

Marina: Tem que engajar colaboradores e diretoria. É uma pessoa sozinha dentro da empresa, né?

Jeison: Exato!

Monise: E é importante entender que são práticas de engajamento, os dois são trabalhos a fazer. Porque às vezes, vem da premissa do profissional da Qualidade de que o Diretor teria que estar engajado já, mas não, na verdade é um trabalho a se conduzir dentro da empresa, né? E é um trabalho sofrido, né?

Marina: E juntando com esse tópico de como engajar a diretoria o 5º tópico que apareceu aqui pra gente foi “Com demonstrar resultados da qualidade para diretoria”, acho que é o mesmo… o mesmo sentido, né?

Jeison: na mesma direção, né? É, então… ou seja, continua sendo uma dor para os profissionais da qualidade, para as pessoas da qualidade… demonstrar o resultado para diretoria e trazer a diretoria para trabalhar para a qualidade. Legal!

A gente pulou o 4º ali, hein Marina! Qual é o 4º?

Marina: Isso… O 4º é “Como avaliar os indicadores”.

Jeison: Ou seja, aquela promessa que a gente fez no Qualicast, está valendo! Viu, é importante!

Marina: E dá pra ver que está muito ligado também, porque através dos indicadores que a gente tem os resultados da empresa, né? Então, como avaliar esses indicadores e como pegar os resultados e analisá-los…

Jeison: vai ser mais fácil engajar a diretoria e trazer eles pra perto, né?

Marina: Isso!

Jeison: Legal! Muito bom!

Essa foi a primeira pergunta, né Mô? Que outra pergunta, Monise, que a gente tinha ali que…

Monise: Legal! 2ª pergunta: “Qual a sua maior frustração em relação aos resultados da qualidade na sua empresa? Seja o mais detalhado possível.

Marina: E adivinha qual que foi?

Jeison: Tchantcharam… “Falta de engajamento dos colaboradores”!

Marina: Eita! E o 2º “Falta de engajamento da diretoria”!

Jeison: Nossa, então… está vendo, óh? O problema está meio que canalizado, né?

Marina: Só que eu estava juntando os tópicos aqui e o problema de engajamento apareceu em 45% das respostas…

Jeison: Ou seja, não é ferramenta, né? Então, se a gente acredita, até pra nós que escrevemos para o Blog da Qualidade, claro que a gente sempre vai ter artigos sobre ISO 9000, sobre como atender a norma, como tratar não conformidade… mas a gente tem que repensar um pouquinho nosso posicionamento para colocar alguns artigos de como engajar as equipes, né? Que talvez a gente vai ter que aprender isso primeiro, né Marina?

Marina: É difícil aqui, gente!

Jeison: Isso é um desafio para todo mundo, pessoal, até para nós que temos isso na veia, quem vem de fora fala que na nossa empresa isso parece mais fácil, e num sei o que… mas é um desafio sempre.

Monise: Legal, e o 3º é o “Descaso com a qualidade”. Bom, tudo está muito relacionado… eu vejo que, quando fala de frustração, é uma coisa que meio que desanima o profissional da qualidade, né? Eu já conversei com alguns, inclusive, que eles falam “Pô, eu queria fazer um trabalho tão legal, tipo, fazer uma reunião para tratar não conformidades” como a gente faz aqui e tal… mas eu chego lá é um brigando com o outro…

Jeison: As pessoas não vem para as reuniões…

Monise: É… por isso que a falta de engajamento dos colaboradores, da diretoria, descaso com a qualidade… as pessoas, eu acredito, que elas nem fazem isso por maldade, elas não estão entendendo que a qualidade é importante!

Jeison: Exatamente, e daí que vem de novo a qualificação e o engajamento, né? Então, por isso que você fala que está ligado e eu acredito que você tem razão, Monise.

Marina: É muito da conscientização das pessoas, né?

Jeison: É, o 4º agora, né?

Monise: “A dificuldade de implantar a cultura da qualidade”, que é quase a mesma coisa de novo…

Marina: E o 5º é “A qualidade é só um meio de obter certificação”.

Jeison: Isso é o que mais me incomoda. De tudo que aparece aqui, esse 5º é uma coisa que eu acho inaceitável. Por quê? Porque isso é um fake (falso), né? Isso é uma… o cara conseguiu uma certificação de mentirinha. Ele foi lá, atendeu a norma, porque cumpriu os requisitos que o auditor veio ver, mas ele não usou aquilo para ganhar competitividade para empresa, para conseguir melhorar o trabalho das pessoas.

A gestão da qualidade, quando implantada direito, ela traz resultado positivo, ela não é uma tarefa a mais, acho que esse que é o grande “Q”, a gente conseguir mostrar para as pessoas que isso não é uma tarefa a mais. E ela só é uma tarefa a mais, quando implanta desse jeito aqui: quando a qualidade é um meio para obter certificação.

Marina: que daí os processos ficam pesados, se torna um peso mesmo dentro da organização. Seguir tudo o que a norma…

Jeison: O que a norma pede, né?

Marina: É…

Jeison: Tem um artigo que vai estar aí no roteiro que a gente vai colocar que é “Não faça tudo o que a norma pede!”, né?

Marina: E a gente acaba entrando exatamente nisso, a gente faz o que a norma pede, né?

Jeison: Isso é péssimo, isso é ruim.

Monise: E geralmente está relacionado a tipo, um fornecedor que pediu, por exemplo, né? Que tivesse a certificação.

Jeison: Tenho que implantar a ISO para exportar.

Monise: Exato. E tipo, parece que vai ter um ganho de dinheiro por ter a certificação, porque o fornecedor pediu. Mas não se vê essa melhoria como o Jeison comentou de “ah, vou melhorar o meu processo para ser mais rápido e isso vai trazer um ganho para a minha empresa”, né?

Jeison: É só pensar assim: a certificação ela pode trazer um ganho comercial, inclusive ela deve! Mas isso não pode ser o principal ganho, isso é mais um ganho. O principal ganho deve ser um sistema de gestão que faça a empresa ser mais organizada, fluída, ágil… quando eu falo que se implantar um sistema de gestão ela tem que ficar mais ágil, as pessoas me chamam de maluco! Mas o sistema de gestão bem implantado não engessa a empresa. O Wilson falou disso, né?

Monise: Sim!

Jeison: Que é um auditor que nós vamos, daqui a algum tempo, soltar um podcast que a gente gravou com ele, um auditor que vocês vão ver mais pra frente, ele fala disso, que não se engessa a empresa quando um sistema de gestão é bem implantado. Legal?

Essa pergunta foi dura também…

Monise: Foi, pesado…

Jeison: Difícil de ouvir, né? Difícil de ouvir…

Monise: Vamos para a última pergunta que a gente fez, pergunta aberta, no Blog da Qualidade, na pesquisa do Blog da Qualidade, né? Desculpa… “O que você gostaria de ler no Blog da Qualidade em 2017.

Jeison: E adivinha o que apareceu?

Marina: Não foi engajamento dos colaboradores!

Jeison: O pessoal tem problema, eles estão com um problema e eles querem ver outra coisa, mas ok! Não sei se eles pensam que é impossível resolver esse problema que eles tem, mas eles não falaram… “não, engajamento não”. O primeiro tópico foi… fala aí, Marina!

Marina: Sobre a “Transição da ISO 9001 da versão 2008 para versão 2015”. Ainda é um assunto que está em pauta, né? Todo mundo procurando se atualizar aí, até porque tem muito certificado válidos ainda da versão 2008, então agora em 2018 acaba o tempo desses certificados, né? Então até 2018 esse assunto vai estar bem…

Monise: Latente…

Marina: É, bem importante aí…

Jeison: Engraçado que… eu confesso que eu fiquei surpreso quando eu fui vendo a pesquisa e chegou aqui não era engajamento o primeiro… daí veio transição e eu compreendo, porque a transição… engajamento talvez seja mais importante, mas transição talvez seja urgente, né, aquilo que está para acontecer…

Monise: É isso que eu ia falar…

Jeison: é isso que você ia falar, né Monise?

Monise: Isso, da diferença do urgente e importante, porque… o engajamento, querendo ou não, você pode ir trabalhando aos poucos, rotina, e tal, e vai construindo, quem sabe, vai dar resultado daqui 5 anos… mas a transição se você não fizer até 2018, cara, ferrou tudo!

Jeison: É, você vai ser mandado embora, né? Aquele negócio…

E quando você fala que pode levar 5 anos, uma coisa bem legal de lembrar… a gente está trabalhando cultura aqui na empresa, né Monise? A Monise e a Beffa estão me ajudando com isso… e cultura leva 5 anos para mudar. Não que nós estejamos mudando a nossa, mas a cultura sempre está em evolução, mas se você pegar o que o Falconi fala, ele fala que cultura… aquele cara que falou… tinha uma das respostas que falou a “cultura da qualidade”, né? Para mudar uma cultura leva 5 anos, então, é… realmente esse negócio do importante e do urgente faz algum sentido.

Então é claro que no segundo, adivinha o que apareceu no segundo? Não foi engajamento de novo! O que apareceu no segundo foi o que, Monise?

Monise: “Mais sobre Ferramentas da Qualidade”.

Jeison: E aqui eu fiquei confuso, cara! Que os caras não falaram de ferramenta em lugar nenhum, entendeu? Não é um problema pra eles, mas eles querem ouvir mais sobre isso! Caraca… Então, beleza!

Então, se você quer ouvir mais sobre ferramentas da qualidade, acesse nosso Glossário da Qualidade, qual que é o site?

Monise: www.ferramentasdaqualidade.org

Jeison: Legal, vai estar aqui o link também, aqui na descrição do podcast, mas lá é um glossário para isso, tá? Mandem também feedbacks pra gente sobre o glossário, tá pessoal? Isso é uma outra linha de conteúdo que a gente quer entregar relevante para vocês, então se vocês estiverem gostando, ou não, se estiver faltando alguma coisa, manda pra gente lá!

Monise: a ideia do glossário é entregar um pouco de conteúdo prático, e a gente até pensou, porque a gente lançou o glossário, mas não fez assim um…

Jeison: Divulgação!

Monise: Uma divulgação que “Nossa, todo mundo ficou sabendo…”, então, mas a gente está até intensificando mais a divulgação do glossário, porque ele tem uma linha de conteúdo mais prático para que as pessoas consigam usar as ferramentas da qualidade.

Jeison: Exato, até com exemplo de planilhas, né? Se vocês quiserem corrigir as planilhas, melhorar as planilhas e mandar pra gente, é totalmente aberto, nós estamos dispostos aqui para discutir melhorias no glossário!

Vai lá agora, Marina, fala pra gente qual o terceiro!

Marina: Agora entra você, chefe! O 3º tópico é “Como engajar a liderança”. Agora apareceu engajamento.

Monise: Aeeee!

Jeison: Até que enfim, ein! Até que enfim apareceu engajamento da liderança, e… isso é difícil, né? Tanto que são as principais dificuldades que vieram das 2 primeiras perguntas lá, mas eu acredito que tem muito a ver com aquilo que você falou, Marina, lá trás que se a gente conseguir analisar e mostrar indicadores relevantes, resultados, a liderança vai se engajar! Que talvez o pessoal da qualidade falhe, a própria diretoria falha, a gente de maneira geral pode falhar… é na comunicação! Muitas vezes a gente implanta um processo legal, faz um… consegue resultados bacanas, mas isso não chega comunicado da maneira que deveria ser comunicado para as equipes.

Marina: é, a gente tem que pensar em como que a gente motiva as pessoas pra isso, né? O que deixaria você feliz, é você ver o benefício de alguma coisa, então a gente… sempre tentar mostrar os resultados bons, os benefícios que aquilo trará… acho que é o mais importante.

Monise: o legal é que a Marina usou a palavra de motivar, né? E quando a gente fala de motivação é motivo para ação. Então, você dá um motivo para as pessoas, para elas agirem na qualidade, né? Acho que é bem por essa linha aí…

Jeison: Muito legal isso daí… e gostei da etimologia da palavra! Ficou bonito, né? Nossa, cara… motivação vem do grego arcaico… Ah Monise, muito bom!

Monise: Eu estava no Qualicast só para falar isso agora! Agora já posso sair!

Jeison: Foi contratada para isso nesse episódio! Mas bem legal, tem todo sentido o que você falou e o que a Beffa falou também, se você consegue entregar motivos para a pessoa se mobilizar com a qualidade, fica muito mais fácil de ela se envolver, né? Era o terceiro então… era sobre como engajar a liderança.

Vamos prestar atenção só numa coisa aqui, aqui não foi colaboradores! Aqui veio liderança, ou seja, muito provavelmente o pessoal da qualidade está pensando o seguinte: eu só vou conseguir engajar os colaboradores quando os líderes desses caras estiverem engajados, o que é totalmente verdade!

Monise: é, é no que eu acredito e defendo, inclusive.

Jeison: se o líder não estiver engajado não tem como você vir da base, porque se começar a engajar os colaboradores e os colaboradores começarem a subir com essas questões, o líder vai barrar, então se não engajar a liderança isso não acontece!

Monise: é, tem um artigo do Jeison que a gente vai colocar aqui o link também, que é “O tático deve ser bilingue”, né?

Jeison: ah, legal, verdade!

Monise: que é muito legal esse artigo e está muito relacionado a isso também, porque quando às vezes a qualidade vem falando de uma coisa… o “tequiniquês” lá… e o líder tem que traduzir para a rotina dos colaboradores… e daí… quando está sendo bem feito esse trabalho você vai ver resultados.

Jeison: Até porque o líder que tem contato dia a dia com as pessoas, gente, a qualidade pode motivar, como a Marina falou, mas quem está o dia a dia com o cara ali na ponta, você, quem fala com você é teu líder! O cara da qualidade às vezes fala contigo, mas quantas vezes por dia ele passa com você e quantas vezes por dia teu líder passa com você! Ou quantas vezes por dia você passa tempo com os teus liderados! Então, a liderança é quem tem que fazer essa ponte, né?

O cara da qualidade pode ajudar a motivar, como a Beffa falou, mas eu acredito também que a liderança tem um papel fundamental. Legal que apareceu aqui em 3º.

Em 4º “Gestão de Riscos”!

Marina: A gestão de riscos está bem em pauta também por causa da transição para 2015, né? Mas é um assunto que está todo mundo procurando saber também, até porque é uma coisa nova, né? Nova não…a gente já tinha esse conceito meio camuflado na norma, mas de forma…

Jeison: muito mais explícito agora, né?

Marina: explícito agora que está batendo na porta de todo mundo!

Jeison: a mentalidade de risco é um negócio que assusta várias pessoas. Fala de mentalidade de risco o cara acha que é um risco pra ele, né? Não é isso gente… a gente… anota aí… promessa!

Monise: Meu Senhor amado!

Jeison: Mentalidade de risco! A gente tem tem que ter um podcast sobre isso porque as pessoas não entendem, pode ser sobre riscos em geral, tá? Mas a gente vai falar da mentalidade de risco.

Monise: eu só fiquei feliz porque eu tenho um post já sobre isso, então, talvez eu tenha alguma coisa para comentar.

Jeison: Então tá bom! Bem legal!

Monise: Legal, mas eu concordo com a Marina que Gestão de Riscos está assustando o pessoal que está fazendo a transição da ISO 9001:2015… assustando não sei o porquê, né? Mas quando a gente for fazer o Qualicast sobre isso vai ficar um pouco mais claro!

Jeison: Uma dica que eu dou é que as pessoas estão muito mais preocupadas com o controle das evidências do que analisar os riscos. O que a norma pede não é pra você fazer um cadastrão de riscos… e as pessoas querem saber que tipo de planilha eu uso para…

Monise: Meu Deus!

Jeison: Que tipo de software… a gente tem software para isso no Qualiex, é importante, dá pra usar, ajuda! Mas o principal não é isso, o principal é analisar os riscos do processo. Pensar o risco. E as pessoas estão pensando em como cadastra, de novo, é aquele negócio lá que apareceu antes ali na pergunta anterior: certificação para ter o certificado, para passar na auditoria. Não é o que a gente acredita aqui.

Monise: A gente tem até um planilha no Blog para fazer download, mas assim…

Jeison: Se quiser baixa lá a planilha, a planilha não é o problema, gente, é isso que a gente está querendo explicar, não é esse o tema! Viu como cabe um podcast disso?

Monise: Meu Deus do céu!

Jeison: Então tá bom! Legal! O 5º, lê aí, Marina, lê pra gente!

Marina: O 5º tópico que apareceu foi “Qualidade em geral”.

Jeison: Esse tá fácil!

Marina: Então, a gente pode escolher o que a gente quiser…

Jeison: isso é o que a gente vem fazendo faz tempo, mas legal!

Monise: Muito bom!

Marina: E não é porque esses 5 tópicos apareceram que foram só eles, né? É bom lembrar que teve 94 sugestões de temas aqui, macro temas, né? Então a gente foi reunindo alguns, então surgiram 94 sugestões…

Monise: Estarão disponíveis no eBook, né? Que a gente vai deixar o link aqui no Qualicast também! O pessoal está terminando o eBook lá…

Jeison: Está pronto, Monise?

Monise: Não…

Jeison: Ou seja, você aí que está ouvindo a gente você pensa assim: esse pessoal tem que editar esse qualicast e o eBook essa semana, então…

Monise: Não, mas não sou eu que estou fazendo o eBook, gente, o pessoal aqui, equipe do Blog da Qualidade é muito competente, então, está saindo!

Jeison: Não e sempre sai! Eu acredito que sai sim! Na correria, mas sai…

Monise: Ah, não! Nosso estilo…

Jeison: É o nosso estilo, né?

Fechamento

Legal, estamos caminhando para o final deste Qualicast, você está ouvindo a gente até agora aqui, espero que você tenha gostado dessa pesquisa e tenha conseguido aprender alguma coisa com ela.

Vamos fazer um resumo então meninas, do que a gente conversou neste Qualicast, né?

Começamos falando da História do Blog da Qualidade, foi um blog lançado em 2012, onde a gente já atingiu mais de 173 países… Por que que o blog existe? Ele existe para entregar conteúdo relevante sobre Qualidade, Excelência e Gestão. Nós queríamos um lugar onde as pessoas pudessem encontrar isso, né?

São mais de 450 artigos publicados, então se você tiver aí ideia de artigo, acessa lá e dê uma olhada, nós falamos disso aqui.

Falamos também da pesquisa!

Monise: a pesquisa que a gente fez, que foi o centro da nossa discussão agora do Qualicast, né? E a pesquisa foi feita para conhecer um pouco mais do profissional da qualidade e o que ele está interessado em saber para ajudar no ambiente profissional dele e facilitar o trabalho dele, né?

E a gente passou aqui, discutiu um pouco sobre as perguntas que a gente fez na pesquisa.

Marina: É, essas perguntas foram 3 perguntas, né? Então a primeira foi: Se você pudesse fazer apenas UMA pergunta sobre ter resultados efetivos na gestão da qualidade, o que você perguntaria?

A segunda: Qual é sua maior frustração em relação aos resultados da Qualidade na sua empresa. E legal que nesses 2 o que apareceu muito foi o engajamento, né? Que a gente ficou até uma parte discutindo aqui.

E o último é: O que você gostaria de ler no Blog da Qualidade em 2017. E o primeiro tópico que apareceu foi sobre a Transição da ISO 9001 da versão 2008 para versão 2015.

Jeison: Nós falamos da diferença e do importante e do urgente, muito provavelmente é importante engajar as pessoas, mas o urgente mesmo é conseguir fazer a transição.

Monise: Verdade!

Jeison: Legal! Dá pra gente concluir então dessa pesquisa e da própria história do blog que ainda tem muito espaço para conteúdo sobre gestão da qualidade, né? Percebam que mesmo nós com 450 artigos escritos, a gente tem ainda algumas coisas que nós temos que abranger, né? Então acho que existe espaço pra isso e existe um espaço novo aí que está aparecendo que é o engajamento, né? Não existe uma ferramenta da qualidade para engajar.

Marina: Ai se tivesse!

Monise: Já estariam fazendo planilha de novo, pelo amor de Deus, gente!

Jeison: é, não vamos fazer planilhas, estamos falando de gente! Então, engajar é um objetivo, é uma dificuldade, mas é uma missão também para o profissional da qualidade.

A transição, que é uma coisa que cada vez mais nós vamos estar abordando aqui. Eu não vou nem fazer uma promessa agora porque vai ter uma coleção de promessas da transição.

Monise: Mas é legal que no Blog da Qualidade tem uma página: blogdaqualidade.com.br/iso-9001-2015, aí tem que colocar com os tracinhos lá, a gente vai deixar o link aqui para você acessar, que tem centralizado todos os artigos que tem no Blog da Qualidade falando sobre os requisitos da ISO 9001:2015. A gente continua comentando sobre esses itens da ISO, inclusive eu estou escrevendo uma série sobre Melhoria, o requisito 10, e vocês podem usar aquilo lá para ajudar vocês a entenderem  que a ISO está falando, está sugerindo, né? Mas, podem sugerir também para nós mais temas para gente poder ajudar vocês, né?

Jeison: Bacana! Eu vou começar a trabalhar numa série sobre engajamento, que é um problema que surgiu!

Monise: Promessa do chefe! Eu quero o sinalzinho também porque eu quero isso no Blog da Qualidade!

Jeison: É então, quando é pra eu gerar artigo elas adoram, né? Quando é promessa!

Monise: Eeeeeee!

Jeison: Trabalhar nisso. Legal! Então dá pra gente concluir da importância do engajamento, da Transição que é um tema! A gente falou um pouquinho sobre riscos também, e que o Blog da Qualidade foi relevante nesse tempo que ele está aí, né?

Monise: Sim, e que cada vez mais a gente tem que escrever conteúdo loucamente porque tem muito espaço pra gente. A gente vai contar muito também com o pessoal da comunidade da qualidade que a gente tem, pessoal do grupo do blog, que eu sei que tem muito conteúdo que está entre os nossos leitores, e a gente acredita nessa contribuição, né? Não é uma coisa que só a gente…

Jeison: Que você contribua com a gente, né? Legal?

Então muito obrigado a você que ouviu a gente até aqui, espero que você tenha gostado desse Qualicast, eu espero que ele tenha ficado dentro do tempo, que às vezes a gente estoura.

Até a próxima, um abraço!

Monise: Até mais!

Marina: Até mais, obrigada!

Você ouviu o Qualicast, uma iniciativa do Grupo Forlogic patrocinado pelo Qualiex, o software para quem quer implantar um sistema inteligente de Gestão da Qualidade. Para mais informações acesse: qualiex.com.br.

clique aqui para ler o roteiro completo